Luan Santana anuncia novidades sobre movimento O Pantanal Chama
09/11/2020 16:10 em Novidades

Tenho vivido um período de tudo ao mesmo tempo agora. Esta é a máxima. Creio que nesta fase de pandemia, neste momento tão sensível pelo qual passa a humanidade, a gente fica pensando em tantas coisas, querendo contribuir por um mundo melhor”.

Com esta frase, Luan Santana retrata como tem sido a sua rotina desde que voltou de Tulum, no México, onde iniciou a produção de sua carreira internacional.

O cantor abraçou e idealizou o movimento O Pantanal Chama. Já houve lançamento a linha de produtos com estampas do Pantanal. Recentemente, também já havia anunciado o leilão do figurino que usou no DVD Viva. Para Luan, “o mais é mais”, sempre quando a causa pede um coro e um grito pela natureza e por uma carreira impecável.

Natural de Campo Grande e padrinho do Instituto Arara Azul há seis anos, Luan Santana amplifica o abraço de que a sua região tanto carece por conta das queimadas recordes, que ameaçam as comunidades tradicionais, a biodiversidade pantaneira e as principais vocações do bioma, que são a pecuária e o ecoturismo.

Para tanto, ele se juntou ao Instituto SOS Pantanal.

Por meio de sua loja virtual e com o apoio da BanUP, Luan lança produtos criados e idealizados por ele. São camisetas, bonés e outros itens em prol da causa, que serão vendidos por meio de seu site e de suas redes sociais.

“Escolhi com muito carinho as estampas de todos os produtos, com símbolo do Pantanal. Creio que deve ser um sentimento coletivo o que me tocato. E ver o nosso Pantanal assim deixa o peito em chama de desespero e vontade de transbordar em água e ir lá apagar”, confessa o artista. Os itens estarão disponíveis na loja oficial do artista.

Em breve, Luan vai anunciar a sua live, programada para acontecer em pleno Pantanal, dia 22 de novembro. Agora, a meta é colaborar para alcançar R$ 8 milhões, sendo a live uma parte de um grande planejamento de arrecadações. O público será convidado a fazer doações espontâneas a partir de R$ 5 diretamente à SOS Pantanal.

COMENTÁRIOS